PortuguêsEnglish

Web

maxresdefault-1994702608.jpg
2022.11.26

Indieweb: Tomando as rédeas das Redes Sociais

Durante a campanha para Deputado, tive de transformar minhas redes sociais numa verdadeira plataforma de vendas. Todas elas tinham de estar super alinhadas com o mesmo propósito.

Eu já devia ter instalado/contratado algum gerenciador de redes sociais, como Hootsuite ou Zoho Social (Zoho é meu fornecedor de serviços online a anos), pois isso não é uma tarefa trivial. Eram mais de 8 redes. E muitos dos conteúdos são cópias um do outro.

Além da dificuldade de gerenciar as várias redes, há uma confusão de qual o conteúdo que eu divulgaria como oficial. Canônico. Em especial as redes que são essencialmente competidoras.

  • Twitter ou Mastodon?
  • Tiktok ou Youtube Shorts ou Instagram Stories?
  • Facebook ou meu blog?

Piora substancialmente com histórias como a tomada do Twitter por Elon Musk. Ele tem feito tantas alterações na plataforma que não é impossível de pensar que a empresa eventualmente quebre. Assim, anos de conteúdo seriam jogados fora. E as mudanças constantes de regras e permissões?!

Indieweb: O dono do conteúdo sou EU

Para tratar algumas destas preocupações, estou tentando centralizar a fonte da informação para um sistema que eu tenho total controle. E nada melhor que este site mesmo para ser o responsável. Aqui eu faço o que eu quiser, otimizo imagens (uma preocupação minha que nunca tive muita disciplina era tirar os metadados das imagens), personalizo sua aparência. Este então fica como a central oficial do que eu faço.

POSSE é o prática do Publish (on your) Own Site, Syndicate Elsewhere (Publique no seu site, sindicalize em todo o resto), ou seja, publicar links ou cópias nas outras redes sociais sempre citando a fonte original do conteúdo, para que qualquer um possa te seguir diretamente na fonte.

Republicar no Twitter e Mastodon é fácil pois são geralmente textos e poucas imagens. Os sites da Meta/Facebook são mais chatos porque são mais ricos em conteúdo e não tem API para automatizar. Os de vídeo são ainda mais trabalhosos, pois hospedar vídeos pessoalmente é bem custoso (sempre achei que o Youtube faz um trabalho quase humanitário em hospedar tamanho volume de dados).

Por hora, devo manter os conteúdos antigos em suas plataformas de origem. Gradualmente vou tentar escrever unicamente aqui. Eventualmente começar a inclusive exportar todo o conteúdo antigo destes serviços para ter back e colocar estático no site.

Microformats, Fediverse e Webmention

Para adequar o site para ser o centro do universo online, algumas alterações precisam ser feitas:

✅ Facilitar que os computadores também consigam entender o site

Implementei também os microformatos no site e nos conteúdos, para que qualquer outro sistema que ler o site, consiga extrair as informações principais: o autor, título, conteúdo, data de publicação. Várias destas informações já aparecem visualmente no site. Como humanos, conseguimos entender facilmente, mas os computadores não. Por isso uma série de modificações foram feitas para que os conteúdos sejam também facilmente entendidos pelas máquinas.

Separar os diferentes tipos de conteúdo

Como uso o blog como uma ferramenta de textos mais longos, devaneios e ideias, estou pensando em criar listas específicas para pequenos textos (tweet/toot) e talvez imagens (hoje o site tem uma tag que aponta para meus posts de fotos. Assim cada coisa seria melhor indexados e encontrada. Blog e notas. O meu gerenciador de sites, Hugo, permite várias abordagens. A questão é como fazer a melhor implementação.

Integrar os comentários, respostas e compartilhamentos feitos em outros sites

Já tentei usar algumas ferramentas de comentários antes, como Discus e Cactus.chat (conceito super legal de usar Matrix como fonte dos comentários). Não tenho muito tráfego aqui, então pouco importaria. Mas o objetivo agora é maior: incluir comentários e repostagens do meu conteúdo feitos em outros sites.

O padrão da própria W3C (organização que padronizar a internet) criou o webmentions, um jeito de formalizar que alguém está comentando o conteúdo de outra pessoa. Só assim eu consigo manter uma grande discussão sobre os conteúdos que eu postei em qualquer rede.

Republicar “automaticamente” os conteúdos escritos aqui nas outras redes sociais

Isso vai levar um tempo, pois vou precisar de usar uma série de serviços externos que vão ler o RSS do meu site e tentar postar nas redes sociais no meu lugar. Essencialmente usar uma solução tipo HootSuite/Zoho Social. Melhor ainda se for open source. Vou investigar o uso do n8n.


Assim que eu conseguir implementar mais coisas, vou colocando aqui. Quero dar o mínimo de trabalho aos próximos que se animarem a ter controle de suas próprias vidas digitais.

multilanguage.jpg
2022.03.27

Site Multi-Idioma

brunomassa.com sempre foi um site internacional. Quase todos os posts são em inglês. Mas agora que eu posso ter muito conteúdo com a minha nova carreira na política (mais sobre isso num post futuro), talvez valha sim a pena eu colocar o site em português separado. Misturar posts de programação, jogos e filmes vai só confundir seguidores e eleitores.

Mas ao invés de trocar todo o conteúdo, eu resolvi separar os idiomas. Em português certamente aparecerão mais posts com relevância exclusiva para o público brasileiro. Curiosamente, praticamente todos os meus posts antigos são sobre política ou futebol. Então ele não vai ter de passar por um filtro mais substancial.

Ainda não sei como fazer um modelo híbrido, com alguns posts sendo independente do idioma. Se eu encontrar, devo ativar no futuro. Será especialmente útil para potenciais hot-pages, que são aquelas páginas especiais para servir de entrada com promoções ou conteúdos especiais. Não seria bom fazer uma hot-page com brunomassa.com/pt-br/hot-page, pois perde um pouco da funcionalidade e da facilidade de se divulgar e lembrar. Para ajudar ainda mais, comprei o domínio brmassa.com com o intuito de consolidar e uniformizar os perfis públicos das diversas redes sociais. O site ser o mesmo nome dos meus usernames pode ser uma boa.

Assim, vou começar a trabalhar no sentido de criar mais conteúdo sobre política e contexto brasileiro. Vou ao longo da semana começar a postar os primeiros conteúdos, bem como fazer o anúncio agora-não-mais-tão-secreto.

Este post é um que tem múltiplos idiomas. Clique nas bandeirinhas para mudar o idioma.

Bruno 𝕄𝔸𝕊𝕊𝔸